• drioliveira1902

A mobilização neural no tratamento para dores no punho

Na fisioterapia temos vários instrumentos e técnicas que permitem a redução e tratamento para vários tipos de dores: articulares, musculares e neurais.


Dentre as técnicas está a mobilização neural.

Segundo Marinzeck ,a mobilização neural procura restaurar o movimento elástico ao sistema nervoso, o que promove o retorno as suas funções normais.

Esta técnica foi desenvolvida a partir de novos conhecimentos na área da neurobiologia, biomecânica e fisiopatologia do tecido neural e da aplicação dos princípios das terapias manuais a esse tecido.


Estrutura do punho



O punho e mão são constituídos por articulações complexas, cuja principal função está relacionada com as atividades da vida diária.

O punho está constituído por oito ossos do carpo, dispostos em duas fileiras que estão associados com o rádio e com a ulna.

Principais inervações:



1) Nervo mediano: representa um dos ramos terminais de nervos que é responsável pela inervação da maioria dos músculos do compartimento do antebraço (chamado de compartimento flexor-pronador) e ao chegar ao punho, passa em direção à mão para inervar também alguns músculos classificados como intrínsecos da mão.

Por atravessar o punho, ele passa em direção à mão entre os tendões de alguns músculos, e nos casos de compressão deste nervo são observados alguns sinais e sintomas típicos como:


- déficits sensoriais ou perda parcial na palmar da mão e nos dedos descritos anteriormente, assim como dor noturna;

- déficits motores como a redução da força de pinça e movimento do polegar prejudicado (perda da força nos músculos tenares, localizados abaixo do polegar.


2) Nervo radial: As funções do nervo radial são muito amplas e destacam o fato interessante de que ele desempenha um papel tanto na percepção sensorial quanto no controle motor .

No nível sensorial: permite a sensibilidade e a percepção da parte de trás do braço e do antebraço, incluindo cotovelos e pulsos, bem como parte da mão e grande parte dos dedos (exceto o mindinho e parte do anel).


O nível do motor: realiza a extensão dos dedos, punho e braço. Sua ação é especialmente importante no antebraço posterior , inervando os músculos da região posterior (o que permite estender o punho e os dedos) na parte superior do braço (inervando o tríceps braquial).

Uma lesão no nervo radial poderá causar:

perda de sensibilidade em grande parte da parte de trás do braço, nas costas da mão e até nos dedos e perda da capacidade para fazer muitos movimentos .


3) Nervo ulnar: É um dos principais nervos do braço e tem como função enviar comandos para o movimento do antebraço, do punho e dos últimos dedos da mão, como o anelar e o mindinho.

Ao contrário da maioria dos nervos, o nervo ulnar não fica protegido por nenhum músculo ou osso, na região do cotovelo, e por isso quando ocorre uma batida nesta região é possível sentir a sensação de choque e formigamento nos dedos.

Por esse motivo, no nervo ulnar podem ocorrer lesões e paralisias devido a algum trauma ou por manter o cotovelo muito tempo dobrado. Também existe uma situação muito comum, chamada síndrome do túnel cubital, que acontece devido a uma compressão neste nervo.


Mas qual relação tem a mobilização neural com a dor no punho?


A região do nosso punho é composta por inúmeras estruturas musculares, nervosas e tendões. As estruturas nervosas possuem propriedades elásticas, podendo alongar-se e encurtar-se, de acordo com as estruturas que a envolvem acompanhando assim o gesto corporal.

Se alguma alteração no movimento do sistema nervoso se encontrar restrita em relação a mobilidade, o movimento da estrutura do punho pode ser prejudicada.

Portanto essa técnica busca normalizar tanto a função mecânica quanto a fisiológica do sistema nervoso, assim restaurando o comprometimentos do próprio sistema nervoso e também disfunções ocasionadas em estruturas musculoesqueléticas que recebem sua inervação.




Separamos para vocês alguns exercícios bem simples de mobilização neural que irão contribuir para a melhora das suas dores e da melhora na funcionalidade e alongamento do seu punho! Vamos praticar?


https://www.youtube.com/watch?v=eJxvrPR5pr0


A fisioterapia tem tantos recursos para te ajudar nas suas dores, principalmente quando as dores são no punho. Conhecer as estruturas de nosso corpo, como cada uma funciona e as formas para diminuir as dores e recuperar suas capacidades funcionais é extremamente importante para termos uma autonomia maior do nosso corpo!

Coloque em prática todos os exercícios!!


Escrito por Fisioterapeuta Adriele de Oliveira

Crefito 237712-F








Referência Bibliográfica:

MARINZECK, S. Mobilização neural - aspectos gerais. São Paulo, 2000. Disponível em: 11 . http://www.terapiamanual.com.br/br/artigos.php


44 visualizações0 comentário
VOLTAR AO TOPO

© 2020 por Simoni Sayuri Serikawa - Wix.com