.


"Segunda-feira eu começo"... " Esse ano sem falta serei mais saudável"... " Prometo que vou começar uma nova atividade física mês que vem"...


Você provavelmente já falou alguma frase semelhante a essa ou já ouviu de alguém...

Todas essas promessas nos fazem questionar sobre:

“- Por quê é tão difícil abandonar hábitos sedentários? ”.


O exercício físico muitas vezes está associado a uma atividade extenuante, cansativa, que só surtirá algum efeito se feito depois de horas e mais horas dentro de uma academia; normalmente, não pensamos que pequenas mudanças feitas na nossa rotina podem proporcionar benefícios a saúde. Não conseguimos associar esses pequenos novos hábitos como suficientes para nos tirando do sedentarismo. E isso é um grande engano!!!!


O sedentarismo é caracterizado como a falta ou ausência de atividades físicas, resultando em um gasto calórico reduzido. Possui alta incidência na população, sendo considerado um problema de saúde pública. Acredita-se que 46% da população brasileira seja sedentária. Ainda, estima-se que o sedentarismo esteja relacionado com quase 14% das mortes no Brasil.

As consequências do sedentarismo podem ser diversas, além de causar notável redução na disposição, dificuldade no sono e estresse, o sedentarismo pode causar perda de força muscular, surgimento de doenças crônicas (como diabetes e hipertensão arterial), acúmulo dos níveis de gordura que podem, a longo prazo, causar doenças vasculares e cardíacas.

NOVAS DIRETRIZES OMS

A atividade física regular é fundamental para prevenir e controlar doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer, bem como para reduzir os sintomas de depressão e ansiedade, reduzir o declínio cognitivo, melhorar a memória e exercita a saúde do cérebro.

O ano de 2020 foi marcado por um período que passamos mais tempo em casa e reduzimos nossa mobilidade devido ao isolamento social provocado pela Covid-19.

Visando uma atualização mais precisa a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou novas diretrizes sobre atividade física e comportamento sedentário, que enfatizam que todas as pessoas, de todas as idades e habilidades, podem ser fisicamente ativas e que todo tipo de movimento conta.

As novas diretrizes recomendam pelo menos 150 a 300 minutos de atividade aeróbica moderada a vigorosa por semana para todos os adultos, incluindo quem vive com doenças crônicas ou incapacidade. Isso representa 30 minutos de atividade física (se você fizer 5 vezes na semana/ pensando no mínimo de atividade recomendada).

Toda atividade física é benéfica e pode ser realizada como parte do trabalho, esporte e lazer ou transporte (caminhada ou pedalar de bicicleta), mas também podemos nos manter ativos por meio da dança, brincadeiras com as crianças aos finais de semana e tarefas domésticas cotidianas, como fazer aquela boa faxina.

“Qualquer tipo de atividade física, de qualquer duração, pode melhorar a saúde e o bem-estar, mas quanto mais exercício melhor”, disse o diretor de Promoção da Saúde da OMS, Ruediger Krech. “Se você precisa passar muito tempo sentado, quieto, seja no trabalho ou na escola, deve praticar mais atividade física para combater os efeitos prejudiciais do comportamento sedentário”.

“Essas novas diretrizes destacam a importância de sermos ativos para nossos corações, corpos e mentes, e como resultados favoráveis beneficiam a todos, de todas as idades e habilidades”, pontuou a chefe da unidade de Atividade Física, Fiona Bull, que liderou o desenvolvimento das novas diretrizes da OMS.

As novas diretrizes demonstram que fazer aquela caminhada até o supermercado ou no parque, realizar exercício físico em casa (com acompanhamento remoto), praticar qualquer atividade física com constância, promove ganhos surreais para a saúde!

O nosso corpo foi feito para se movimentar, para chegar longe, para alcançar coisas e lugares, não deixe para começar segunda-feira a cuidar da sua saúde, comece agora nem que seja aos pouquinhos...com o tempo você verá que além de fazer um bem danado para a saúde física, o exercício, promoverá um bem-estar sem igual!!

Escrito por Adriele de Oliveira

Fonte:

https://brasil.un.org/pt-br/102689-oms-lanca-novas-diretrizes-sobre-atividade-fisica-e-comportamento-sedentario

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo